terça-feira, 17 de dezembro de 2013

[Crítica] Fifty Shades Darker, de E.L. James

Fifty Shades Darker (Fifty Shades, #2)Fifty Shades Darker by E.L. James
My rating: 1 of 5 stars

★☆☆☆☆ {1.5}

Sinopse:
Perseguida pelos negros segredos que atormentam Christian Grey, Anastasia Steele separa-se dele, e começa uma carreira numa prestigiada editora de Seattle. Mas por mais que tente, Anastasia não o consegue esquecer – ele continua a dominar-lhe todos os p ensamentos. E quando Christian lhe propõe reatarem a relação com um novo e diferente acordo, ela não consegue resistir.

Aos poucos, uma a uma, começam a revelar-se as Cinquenta Sombras que torturam o seu autoritário e dominador amante. Enquanto Grey se debate com os seus demónios, e revela a Anastasia um lado inesperadamente romântico, ela vê-se obrigada a tomar a mais importante decisão da sua vida.Uma escolha que só ela pode fazer…
Fonte

Opinião:
CONSEGUI! CHEGUEI NOVAMENTE AO FIM!!!

description

Os (mais que muitos) erros gramaticais, ortográficos e de vocabulário continuam. O enredo é continua melodramático e quase inexistente.

Os meus problemas em relação a este livro são quase os mesmos que os do primeiro livro. Quero apenas referir uma das situações que me incomodou: a facilidade e rapidez (algo que também me enervou no Twilight) da Ana perdoar o Christian e de voltar tudo ao normal foi completamente ridícula.
Por um lado positivo, a Ana pareceu dar mais luta ao Christian neste volume. Não foi tão submissa.



Reconheci mais personagens do Twiligth. Eis a lista até agora:
Ana = Bella
Christian = Edward
Elliot = Emmett
Kate = Rosalie
Ethan = Jasper
Mia = Alice
José = Jacob
Paul = Mike
Jack = James
Elizabeth = Victoria
Elena = Tanya
Carrick = Carlisle
Grace = Esme
(Muito provavelmente, há mais)

Volto a repetir, o lugar de uma fanfiction é num website onde as pessoas possam desfrutar de algo feito por fãs para fãs, e não para tornar isto numa máquina de dinheiro para mulheres desesperadas.

Concluíndo, apesar de ter sido mau e fraco, não foi tão mau como o primeiro.

Ver outras críticas

Sem comentários:

Enviar um comentário